Lenda de Santa Joana Princesa

santa joana aveiroA princesa D. Joana, filha do rei Afonso V, revelou desde muito tenra idade uma grande vocação religiosa.
Apesar de viver na corte afastava-se de festas e convívios, preferindo rezar e meditar.

Dizia-se que D. Joana era muito bela mas, alegando a sua intenção de se tornar freira, recusava todos os pretendentes. Com a autorização real, entrou para vários conventos.

O seu preferido era o de Jesus em Aveiro, onde queria professar. Mas a ideia não agradava nem ao rei nem ao povo.

Perante tanta discórdia D. Joana decidiu não professar, mas declarou que usaria o véu de noviça para sempre.
Insistiu em ingressar no Convento de Jesus, vivendo na humildade e na pobreza e aplicando as rendas que possuía no socorro aos pobres.

A sua caridade era tão grande que depressa ficou conhecida como santa.

Um dia, a princesa adoeceu de peste e morreu em grande sofrimento.

Quando o seu enterro passou pelos jardins do convento, as flores que ela havia tratado em vida caíam sobre o seu caixão prestando-lhe uma última homenagem.
Este acontecimento foi considerado o primeiro milagre de Santa Joana Princesa.

A partir de então, muitos outros lhe foram atribuídos e, duzentos anos depois, o Papa Inocêncio XII concedeu a beatificação a esta infanta de Portugal.

1 comentário a “Lenda de Santa Joana Princesa

  1. Erialdo Cordeiro

    Quantos casamentos desfeitos, quantas famílias desbaratadas, quantas pessoas infelizes por desconhecerem a sua verdadeira vocação na terra. Que bom seria se cada ser humano conhecesse, respeitasse e até colaborasse para que cada qual conhecesse e cumprisse o chamado de Deus para suas vidas.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *